AOS VENCEDORES, AS BATATAS

 

Eu não seria como sou, ou quem sou, se antes do final deste ano de tantas realizações e travessuras não tivesse perpetrado mais uma: o concurso de webseries patrocinado pela Casa Aguinaldo Silva de Artes e dedicado apenas aos ex-alunos das minhas masters classes  3 e 4.

A divulgação do resultado final, depois de enfrentarmos grandes dificuldades no julgamento por conta da alta qualidade de alguns trabalhos, deixou felizes os dois vencedores – Bruno Aires, à esquerda na foto abaixo, com”Contagem Regressiva” e Sérgio Virgílio, à direita, com “Pobrecitários”.

 

bruno-e-sergio

Os dois agora terão suas histórias produzidas e gravadas pela Casa. O elenco será escolhido entre os atores do nosso curso de Atuação com direito a participações especiais de alguns atores já profissionais e mais experientes.

img-20161107-wa0007

img-20161107-wa0006

O concurso, como eu já disse, foi apenas mais uma das tarefas a que me dediquei neste ano (para mim) profícuo de 2016, algumas realizadas ao mesmo tempo. Desde que acabei “Império”, em março do ano passado, e supostamente entrei no período de quinze meses de férias a que tinha direito, não parei um só instante. Não porque fosse obrigado a trabalhar feito uma chola peruana, mas porque gosto de fazer isso. O trabalho é o meu combustível.

Agora que o ano vai chegando ao fim – e ainda com algumas tarefas a cumprir, como a elaboração final da sinopse de “O Sétimo Guardião”, que será minha próxima novela (ou seria, não sei ainda, pois a palavra final cabe à Rede Globo, que ainda não a leu) – já começo a elencar as tarefas do próximo ano. E a primeira delas será a Master Class 5 – séries, curso que promoverei no Rio de Janeiro entre os dias 06 e 17 de fevereiro…

Ou seja: às vésperas do carnaval botarei de novo meu bloco na rua. As inscrições já estão abertas, o número de candidatos não pára de crescer – o que sempre me assusta -, e o regulamento vocês poderão ler aqui mesmo no nosso portal, é só procurar que acham.

Além desse – o primeiro -, por enquanto não vou falar de outros projetos meus para o ano que vem. Vou dizer apenas que, caso a sinopse de “O Sétimo Guardião” seja aprovada, já no final do próximo mês de janeiro terei que entregar os seis primeiros capítulos. A estréia está prevista para 18 de março de 2018, mas a Rede Globo, muito sabiamente, está antecipando a feitura das novelas, de modo a evitar atrasos na entrega dos capítulos e garantir o padrão Globo de qualidade na produção dos mesmos.

Eu, que sempre mantive uma diferença de pelo menos 36 capítulos entre o que estou escrevendo e o que vai ao ar, não enfrentarei nenhum problema quanto a essa antecipação da entrega dos capítulos – em vez de 36, só para garantir minha própria frente, terei pelo menos 60 na gaveta. Mas isso são detalhes técnicos que interessam apenas aos envolvidos no projeto…

E além disso, como sempre acontece quando escrevo aqui no portal, divago. Portanto, voltemos à vaca fria. O objetivo deste comentário é parabenizar Bruno Aires e Sérgio Virgílio e dar um  conselho aos que não foram premiados: não desanimem. Nunca é tarde para começar ou continuar. Não esqueçam que, quando escrevi meu primeiro roteiro para a televisão eu já tinha passado dos 35 anos… E nunca mais parei.

3 thoughts on “AOS VENCEDORES, AS BATATAS”

  1. Lara Simeao Romero says:

    Divertidas, sinceras e sábias palabras Aguinaldo.
    Sem querer me intrometer e já me intrometendo: lembrei da entrevista do Paulo GOSTO-DELE Coelho ontem no programa do meu segundo gordo preferido, Jô Soares. Paulo disse que ele foi internado 3 vezes num hospício, que foi preso também 3 vezes, que passou por muitos perrengues e que – vejam só! – ele também desistiu no meio do caminho.

    Disse que sempre soube que tinha nascido para escrever, que não sabia se tinha nascido para viver da literatura (que são coisas diferentes), mas que sempre soube que sua felicidade seria escrever e ser lido.
    Pois bem, ele desistiu. E depois desistiu de desistir. E o resto é história…

    Assim que acrescento ao “não desanimem” do Aguinaldo: se desanimaram, então animem-se de novo! Não desistam! E se desistiram então desistam de desistir!

    Só a morte (TOC TOC na madeira ) é inexorável e é um limite final.

    Well, a morte e a chatice ad eternum, infinita e intolerante da minha vizinha, of course!

  2. Lara Simeao Romero says:

    PS de-ilusões-também-se-vive
    Sonhei em passar 15 dias no Rio em 2017 como uma espécie de presente de aniversário, de dia das mães e de Natal tudo adiantado.
    Se aliada ao meu sonho e vontade, aparecer a Margarida, ops, aparecer uma réstia de talento, sorte e disponibilidade laboral, quem sabe?

  3. Duque Olliver says:

    É isso aí Aguinaldo. Não podemos desanimar. Só chega lá quem não desiste no meio do caminho.
    O trem ainda há de passar, e precisamos de bagagem para poder embarcar.
    Então, avante! Estudo, foco e determinação.
    E meus parabéns aos roteiristas vencedores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *