ESTE PASSARINHO CANTA MUITO!

 

Passei numa livraria na qual, como em todas as outras, o balcão destinado aos livros de blogueiros é o que estava mais em evidência. Vi a capa do livro de Marcela Tavares na qual ela faz uma careta absurda, olhei em torno e percebi que quase todos os blogueiros ou careteiam, ou pulam, ou dançam, ou fazem gestos cheios de som e fúria, mas vazios de significados nas capas dos seus respectivos livros…

15095053_1265240806870169_824270511415802917_n

E resolvi implicar. Não contra os jovens blogueiros, pois eles, com muito mais talento que gente dos palcos e da tevê considerada genial, fazem sua versão pessoal e intransferível do que é chamado “stand up comedy”. Mas contra as capas dos livros deles, que parecem todas iguais e passam uma descontração que acaba por diminuir o gênero no qual se exercitam.

Minha implicância foi no Facebook e no twitter, e causou reações  de toda espécie. Por favor, não pensem que falei da capa do livro de Marcela para me promover, pois, afinal de contas, também sou um blogueiro desde 2008, embora bem menos descontraído que ela.

Além disso nunca tinha visto Marcela, por isso só falei da capa do livro dela que continuo achando hor-ro-ro-sa. Mas, diante da reação de tanta gente ao meu comentário, tratei de dar uma sacada nos vídeos da moça. O que achei? Digo depois de relatar os pontos principais da polêmica.

O QUE EU ESCREVI:

“Ajudem-me a entender: não conheço a moça, nem tenho nada contra ela.Mas me pergunto: porque toda blogueira tem que aparecer na capa do livro fazendo careta? Seria para fortalecer a teoria segundo a qual blog não é uma coisa séria?”

AS RESPOSTAS DE FCO. PATRÍCIO (1) E RICKY HIRAOKA (2)

(1)” Estou na contramão (juro que não se trata de espírito-de-porco) mas creio que o fenômeno dos Youtubers deve ser analisado com a devida atenção porque ele é real! Essas pessoas são verdadeiras estrelas, formadoras de opinião e capazes de movimentar grandes cifras em torno da própria imagem. Desconsiderar esse universo é erro grave”!

(2) “Tem total razão. Youtubers são uma realidade e giram um volume alto de dinheiro, conseguem influenciar diretamente parte do público que o acompanha e não precisam da TV para terem atenção das pessoas e dos anunciantes”…

maxresdefault

E AGORA A MINHA TRÉPLICA:

“Bom, Fco. e Ricky, quanto a formadores de opinião, não sei, tenho dúvidas. Mesmo porque eles não opinam. Fazem piadas, contam histórias engraçadas, uns com mais, outros com menos graça, dão conta do recado no terreno merchandising com uma cara de pau tocante e se dirigem sempre a uma faixa de idade que, como diria Nelson Rodrigues, deveria começar a envelhecer.

“Há, neste universo de milhares de blogueiros com milhões de seguidores, uma boa dúzia que realmente têm algo de interessante a dizer. Sei que esta é a linguagem do futuro, por isso seria ótimo se as pessoas que a utilizam concluíssem, o mais depressa possível, que um pouco de seriedade não faz mal a ninguém”.

ALGUNS COMENTÁRIOS…

Sônia Clara Ghivelder: “bobagem é bobagem”.

Abraão Júnior: é verdade, sem lógica a capa do livro. Mas gosto dela, Aguinaldo.

César Lessa:  Gosto muito dela ! Principalmente porque assim como eu ela odeia muuuuito o Lula.

Tato Gabus Mendes: bateu palmas.

E POR FIM O QUE ACHEI DE MARCELA:

maxresdefault-1

Primeiro: ela parece um passarinhozinho frágil pousado num fio de eletricidade no meio de uma tempestade. Ou seja: de saída ganha nossos corações. Depois, quando fala, parece ansiosa para dizer tudo – e tanto – que tem para dizer, e o faz aos borbotões, sem tropeçar uma única vez nas palavras. Marcela fala de política – num dos vídeos é de uma ironia atroz com o “coitadinho” do Lula – e enquanto diz as coisas mais absurdas não desvia o olho um só instante do olho do seu público. Enfim: não façam como eu que a julguei pela horrorosa capa do seu livro. Marcela, muito mais que a maioria dos blogueiros de sucesso que andam por aí a reunir milhares, milhões de seguidores, sim… É uma grande comunicadora.