DE GREENVILLE PARA O MUNDO

A “Granpola” de A Indomada, quem diria, saiu de Greenville e foi parar em Portugal. A atriz Karla Muga, que deu vida àquele personagem  de grande sucesso, conta numa entrevista a Moema Silva porque resolveu sair do Brasil, como se tornou uma notória preparadora de atores em Lisboa e porque, agora, quer voltar ao Brasil, inclusive para fazer novelas.

4 thoughts on “DE GREENVILLE PARA O MUNDO”

  1. Vania says:

    era ela a caderuda

    1. moema says:

      Não, ela era a GRAMPOLA!

  2. Amandio Silva says:

    Para alem da simpatia pessoal e da relevância do novo campo profissional que introduziu em Portugal,
    Karla Muga representa de forma marcante a estratégia de desenvolvimento da cooperação luso-brasileira
    no que respeita ao reforço de laços de artistas e projetos no cinema, teatro e televisão, proporcionando
    o melhor conhecimento não apenas dos já consagrados mas tambem dos novos valores que despontam no
    cenário dos dois lados de Atlântico, em língua portuguesa, como agora ficou patente no FESTIN.
    Amandio Silva
    Diretor da Associação Mares Navegados

  3. Conceição Carvalho says:

    Boa entrevista!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *