MAMÃE FAZ 75 ANOS

 

O bom da vida é que a gente tem que matar pelo menos dois leões por dia… E ela sempre acha que isso é pouco…

IMG-20180606-WA0004

Em 1962, no dia em que completei 18 anos, durante a festa promovida por amigos todos da minha idade num quarto da pensão de Ótima, na zona do cais do Recife, no meio da bebedeira generalizada de repente eu proclamei:

“Quero morrer quando fizer 35 anos!”

No que minha amiga Maysa, aliás, Fernando Antônio de Sousa, que tinha supostamente a mesma idade que eu, acrescentou:

“Eu também! Então, desde já, vamos fazer um pacto”.

E assim o fizemos. Alguém providenciou um alfinete com o qual furamos nossos indicadores da mão esquerda, após o que misturamos nossos sangues e sobre a mistura juramos solenemente:

“Aos 35 anos, juntos ou separados, vamos nos matar, onde quer que estejamos”.

Em 1978 completei 35 anos. Um ano antes após vários livros publicados e uma carreira brilhante no jornalismo (desculpem a falta de modéstia)  eu me tornara um roteirista de televisão e fazia parte da equipe da  Rede Globo.

Do juramento que fiz junto com meu amigo Maysa nem lembrava mais. Na verdade, desde que deixara o Recife, em junho de 1964, eu o vira apenas duas vezes e tivera cada vez menos notícias dele, todas muito sombrias. Diziam-me que ele se tornara um eremita e que, no casarão onde morava, mantinha contato apenas com a legião de pássaros que criava engaiolados sob uma arvore. Foi debaixo dela, em meio aos pássaros, que ele se matou com um tiro de revólver no ouvido no dia em que completou 35 anos.

Fernando Antônio de Sousa foi o primeiro gay “pintoso” que conheci, aos 15 anos. Então eu nem sabia que existiam pessoas assim, embora fosse um deles. Foi ao vê-lo que, pela primeira vez, me reconheci – ele foi o meu espelho. Fomos eternamente amigos. E quando escrevo aqui “eternamente”, quero dizer que, embora ele tenha se matado há 40 anos, ainda o somos até hoje.

Nunca tive a coragem de Maysa, pelo menos não para encarar a morte… Mas, puta que pariu, fui corajoso pra caralho na hora de encarar a vida… E a encaro de frente até agora. Tanto que hoje completo 75 anos e aqui estamos nós dois, eu e a Vida, cara a cara e frente a frente, se olhando dentro dos olhos… E eu tenho certeza que esta nossa pendenga para ver quem pisca primeiro e se dá por vencido ainda vai durar muitos anos.

20180605_075607

13 thoughts on “MAMÃE FAZ 75 ANOS”

  1. Magdalena Salinas says:

    É isso aí ! Força, coragem e Saúde !
    Dia felicissimo e beijocas desta sua amiga que não o esquece e morre de saudades
    Magdalena

  2. Rodrigo Silva Lima says:

    Parabéns, querido!! Vida longa aos bons, você é um deles. Deus lhe guarde, Figura Raríssima.

  3. Ives Souza says:

    Alguém poderia dizer “Medroso, não cumpriu o pacto com a Maysa”, e eu diria, medroso é quem não tem coragem de viver a vida, como fez Maysa, seja por quais motivos a levou ao suicídio.

  4. Spectro-Méier says:

    Sair de onde saiu e conquistar o que conquistou o faz cada vez mais proclamar: “Vim, vivi e venci !”. Um brinde ! Vamos que vamos.

  5. alexandre. ganso says:

    Lindo texto, querido! Bom demais te ler sempre! Aprendi e aprendo muito com você. E só posso te desejar mais 75 anos cheio de vida psíquica, de tesão em sempre fazer mais e melhor, com essa saúde maravilhosa no corpo e na alma que você tem. Beijo no coração e um abraço bem apertado! Amo tu!

  6. Filipe do Vale says:

    Parabéns, rapaz!

  7. José Carlos says:

    ” se olhando dentro dos olhos” ou “nos olhando dentro dos olhos” ?

  8. Marcia says:

    Like U. A lot.

  9. Cleuton says:

    Parabéns grande Aguinaldo Silva, admiro muito o seu trabalho!

  10. joao says:

    Cara, você é mais doido que eu imaginava kkk

    1. Aguinaldo Silva says:

      Obrigado, querido, neste mundo em que todos lutam para ser ou parecer normais, ser considerado “doido”, ou seja, fora do clube dos certinhos e bem comportados, é para mim um elogio. Beijos na boc/quer dizer: bochecha!

      1. joao says:

        Na verdade você não é doido, doido seria se tivesse se matado, seu amigo sim foi.
        No mundo há loucuras e loucuras, positivas e negativas, se tratando de você um sujeito bem sucedido em sua vida, admirado, invejado e até odiado por isso que bendito seja sua doidera. Saiba que também me considero um fora do clube dos comuns, por isso sou teu seguidor. Recusarei o beijo porque prefiro um beijo feminino rsrrs, mas quem sabe um dia um abraço. Que tal?

  11. Anne says:

    Lindo o casaco vinho da 1a foto. Quebra o preto e consolida a elegância de forma suave. Coincidência, eu estava pensando agora em comprar uma lingerie vinho pra sair do preto e caramelo. Também venho mantando um, dois, às vezes mais leões que isso por dia. Vida dura, mas bela. Tento aproveitar os belos momentos. Bom domingo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *