MATARAM A ESTRELA DA NOVELA!

 

Cinco horas depois de o corpo da atriz Aurora Constanti ser encontrado, na Décima-quarta delegacia, no Leblon, o Detetive-Inspetor Luís Trajano, primeiro policial a chegar ao local do crime, diante de um velho computador cheio de manias e quase sempre travado, começou a redigir seu relatório, do qual saiu o trecho que se segue:

39747714_1976175342443375_3320651838893588480_n

A vítima foi encontrada no chão, caída em decúbito dorsal, com um ferimento no peito provocado por arma de fogo de calibre 38, diante do armário do qual, a julgar pela análise inicial dos peritos que compareceram ao local do crime e mediram a trajetória do tiro, saiu o responsável pelo disparo. Quem achou o corpo foi um seu empregado e faz-tudo, de nome Haroldo Eustáquio de Sousa (brasileiro, solteiro, natural de Caririaçu, no Ceará, idade ainda não revelada, dito Haroldina Brunet e, como o codinome indica, homossexual notório), que tinha a chave da casa e lá entrou, segundo disse num primeiro contato, por volta de sete horas da manhã de hoje.

Seus gritos ao ver a cena foram de tal monta que atraíram a atenção da rua inteira, e por isso quase à mesma hora vários dos seus moradores trataram de chamar por telefone a polícia. Esta só não foi acionada pelo dito Haroldo que, vítima de um ataque de nervos, apenas ficou a gritar pelo nome da vítima de uma das janelas do apartamento, só parando de fazê-lo após ser contido a muito custo por vários moradores do prédio e mais o porteiro. O mesmo porteiro, de nome Edivaldo Silva (brasileiro, solteiro, 36 anos, natural de Cruz das Almas, na Paraiba), confirmou a versão do tal Haroldo segundo a qual ele não passou a noite na casa e só chegou por volta de sete horas.

Depois de ficar durante algum tempo sentado numa cadeira, aparentemente em estado de choque e por isso alheio ao trabalho dos policiais e peritos, o elemento dito Haroldina Brunet teve outro descontrole ainda mais violento que o primeiro, quando percebeu que o corpo da vítima seria levado para o Instituto Médico Legal e lá submetido à autópsia. Aos gritos e em prantos, dizendo não admitir que ninguém “retalhasse o corpo de sua Diva”, ele agarrou-se ao saco de plástico dentro do qual o corpo fora acondicionado e deixou bem claro que “nunca mais” pretendia largá-lo; só chegando a fazê-lo depois que oito homens, incluindo o policial autor deste relatório, usando de toda a força possível – mas sem violência – conseguiram demovê-lo.

Coube a mim, Detetive-Inspetor Luís Trajano, de plantão nesta delegacia à hora em que a polícia foi acionada por conta do crime, comparecer ao local e tomar as primeiras providências, das quais dou conta agora neste relatório.

E aí, me digam: conseguiram ler até aqui? Gostariam de ler mais? Aguardem! Por enquanto só posso dizer que este é um trecho do meu livro “98 Tiros de Audiência”. Neste momento eu o releio por dever de ofício, já que ele será objeto de adaptação para um seriado na minha Master Class 5 – Séries, que se realizará do dia 1º ao dia 12 de outubro na sala de cursos da Casa Aguinaldo Silva de Artes, em São Paulo. Os candidatos inscritos já estão escrevendo a cena-teste, por conta da qual serão escolhidos os 27 que participarão do curso.

E o livro? Bem, ele já está esgotado há muito tempo, mas continua à venda no site Estante Virtual, no qual praticamente qualquer livro publicado no Brasil pode ser encontrado.

Vídeos contando as novidades sobre o curso entrarão aqui no blog no decorrer das aulas. Se quiserem acompanhá-las e entender melhor do que se trata comprem o livro, que conta absolutamente tudo que acontece nos bastidores de uma novela. Sim, comprem… Que o autor de “98 Tiros de Audiência” agradece.

28 thoughts on “MATARAM A ESTRELA DA NOVELA!”

  1. Sandra Mello says:

    Uau! Vai ficar um excelente seriado! Personagens marcantes. Trama bem encadeada. Estou inscrita na Masterclass e espero poder aprender muito com vc, um mestre da teledramaturgia.
    Abraço.

  2. Daniela Teixeira says:

    Li o livro, já que estou inscrita na Master Séries. Não estou puxando seu saco não, Aguinaldo, mas, caramba!, não consegui parar! E no final me fiz uma pergunta: os bastidores de uma novela são assim mesmo, ou é tudo invenção de ficcionista?

  3. Marcos Arruda says:

    Quem botou na cabeça de vocês que o programa Final Draft é grátis? Custa uma baba!

  4. Marcio Ayalla says:

    Orgulho de você, Aguinaldo, pelo amor que demonstra pelos seus alunos. Ninguém mais faz isso na televisão, só você.

  5. laraliralara says:

    Criatura horrorosa! Cobra uma fortuna dos alunos, como se tivesse alguma coisa para ensinar. Você não entende nada de novela, todo mundo sabe que quem escreveu as suas foi o Gilberto Braga!

    1. Aguinaldo Silva says:

      Curuzes, querida… Não foi o Machado de Assis?

  6. Marcio Ayalla says:

    E quando vai ter o concurso de roteiros? Dessa vez vou entrar para ganhar.

  7. Ludilene Dantas says:

    Aguinaldo, me diz: que vitaminas você toma para aguentar essa vida que leva? Na sua idade tem muita gente cantando pra subir e você continua se comportando como se fosse um tremendo garotão que está começando a carreira agora?!… Dá a receita pra gente, dá…

    1. Aguinaldo Silva says:

      Se eu disser que é sexo, muito sexo, você acredita? Se acreditar, errou, pois é justamente o contrário. Sexo só serve pra distrair a gente do que realmente vale a pena…

  8. raimundo Ferreira Dantas says:

    Aguinaldo, querido, ex-alunos seus podem participar dessa nova Master Class?

    1. Aguinaldo Silva says:

      Claro que podem, querido. Tem vários inscritos. Além disso, os dois professores adjuntos, Virgílio Silva e Silvestre Mendes, foram alunos de minhas master classes anteriores.

  9. Marcia Sandrin says:

    ADOREI esse livro. Na época que eu li, trabalhava na Globo Filmes (trabalhei na Globo 26 anos) e sugeri que o livro fosse adaptado para o cinema ou que se levasse como proposta de minissérie. Meu diretor era teimoso e não me deu ouvidos. Eu dei meu livro pra ele ler.
    Aguinaldo, me chama pra fazer pesquisa pra você. Aposto que você vai me amar. Já. fui Produtora de novelas e daria um braço pra voltar pra esse universo da dramaturgia.
    Um abraço
    Márcia Sandrin

    ps. tomara que você leia meu comentário e fique a fim de me conhecer.

  10. Ellen Muriel de Sousa says:

    Você ainda não disse quantas pessoas estão inscritas na Master Class. Tambem fiquei curiosa em saber como é o processo de escolha. Eu me inscrevi e vou dar mil pulos de alegria se receber um e-mail dizendo: “você está classificada”.

    1. Aguinaldo Silva says:

      Ellen, querida, da última vez que contaram já tínhamos passado de 150 inscritos. Eu é que vou dar mil pulos de alegria se não passar muito disso, pois vou ter que ler as cenas de cada um dos inscritos, já que não abro mão de escolher eu mesmo os finalistas. O sistema é o seguinte: eu leio a cena e dou uma nota, tipo: “Ellen Muriel, 8,75”. No final do processo, os 27 alunos que obtiveram maior nota serão os escolhidos.

  11. Fernando José Pereira says:

    Você jura que não tem tramóia na escolha dos finalistas da Master Class? Desconfio muito dessas coisas.

    1. Aguinaldo Silva says:

      Meu caro Fernando, leia minha resposta a Muriel aí embaixo. Não tem tramóia não, porque eu privilégio o talento e o mérito. Claro que às vezes me engano na escolha: o aluno manda uma bela cena e quando chega na hora do vamos ver, aí o que ele mostra é outra coisa. Mas isso é raro.

  12. Josué Pereira says:

    Aguinaldo, querido, você já se deu conta que no meio da sua Master Class tem uma eleição para Presidente da República. Quem for de São Paulo, tudo bem. Mas e os alunos de outros Estados, como é que fazem? Alguns não abrem mão de dar o voto.

    1. Aguinaldo Silva says:

      Josué, querido, eu me dei conta disso tardiamente. Até tentei empurrar a Master para depois das eleições, mas não dá, porque àquela altura eu já estarei totalmente ocupado com a estréia de “O Sétimo Guardião”. Então a única saída é: nós temos aulas de segunda a sexta. Os alunos de São Paulo não terão nenhum problema em votar. Mas os de outros Estados que não abrem mão de fazê-lo terão que viajar para suas cidades, votar e, na segunda-feira, estar de volta a São Paulo para continuar com o curso. Se vale a ena o sacrifício? Eu acho que vale.

      1. Manoel João says:

        Eu me inscrevi, sou de Salvador-BA, e oficial da Polícia Militar. Como nas eleições somos todos convicados para trabalhar, eu ja avisei meu chefe que terei um compromisso sagrado em SP e que nada e ninguém poderá me impedir. Rsrsrsrs

        1. Manoel João says:

          Convocados *

        2. Aguinaldo Silva says:

          Bravo, Manoel João. Queremos vê-lo aqui na nossa turma. Abraço do pessoal da redação.

  13. Silvio Pacheco de Aguiar says:

    A pergunta que não quer calar: você vai estar presente em todas as aulas? Um aluno da Master 4 me disse que você compareceu todos os dias, falava sem parar durante quatro horas e no final do curso estava quase sem voz. É verdade?

    1. Aguinaldo Silva says:

      Claro, Sílvio, minha master class é um curso prático, o objetivo é aprender fazendo. Eu sou o primeiro a chegar e o último a sair e falo sem parar, às vezes com vários alunos ao mesmo tempo. Claro que tem ex-aluno por aí dizendo que eu chego, fico no mais absoluto silêncio desde o primeiro dia, e eles (ou, mais precisamente, ele) é que comandam e fazem tudo. Mas, me diz: você acredita em histórias da carochinha?…

  14. Silvio Pacheco de Aguiar says:

    O problema não é fazer o curso de roteiro. O problema é conseguir depois um emprego de roteirista. O mercado é muito fechado… Nesses anos todos, quantos alunos você já formou e quantos se tornaram profissionais?

    1. Aguinaldo Silva says:

      Perguntador, você, hem, Sílvio? Primeiro, vou deixar bem claro que o objetivo do curso não é encaminhar futuros roteiristas na vida, é fazer com que eles aprendam o ofício. As aulas são práticas porque gosto de dar aos alunos a impressão de que estão numa sala de roteiristas criando um seriado ou uma novela. Essa é a dinâmica da coisa.Todos são inseridos no processo. Claro que também ensino a teoria, mas esta vem sempre embalada pela prática. É importante que todos os alunos estejam de acordo com isso: eles estão ali para aprender e não para conseguir emprego e sucesso. Quanto à dificuldade de iniciar uma carreira depois de um curso destes, deixe que lhe diga: contando com a Master que dei em Portugal já tive até agora 112 alunos. Destes, pelo menos 30 são hoje roteiristas profissionais e com emprego fixo. Levando em conta o fato de o mercado ser tão fechado como você diz (e eu concordo)… é um bom número.

  15. Spectro-Méier says:

    Aguinaldo, outro dia economizei uma grana e resolvi ligar para o internacional Walter Super-hiper-megamercado, hipnotizado pelo slogan “”Ligue djá”. Perguntei quem seria o próximo presidente do Brasil il il e ele quase me mandou para aquele lugar, seguindo a rima. Mas enfim, ele estava lá no seu portunhol e os pulsos estilo Telerj correndo soltos, quando entrou finalmente no assunto (depois de falar muito sobre o famoso laquê que utiliza e tentava comercializar no melhor estilo “Facas Guinsu”). Enfim, nos finalmentes, eu já roendo as unhas de neUvoso, ele disse que essa eleição está entre Cirrô (pronúncia do próprio) e BolsonHaro (também pronunciado por ele dessa forma). Aí, para meu desespero, a ligação terminou, pois não havia mais criptomoedas para adicionar à chamada. Sendo assim, apelo aqui para um mega close da câmera 3 (olhe bem ali, por favor) na sua cabeleira prateada e alma dourada e te suplico: Quem, afinal de contas, leva essa eleição em que o mais votado será o menos rejeitado ? Quem, quem, quem ? Só você, um mega robô de última geração workaholic, pode revelar para todos nós quem será o próximo a subir aquela rampa rampeira de Brasília. Quem ? Fala homem de Deus. Quem será o próximo presidente da nação brasileira ? Já não tenho mais unhas para roer …

    1. Aguinaldo Silva says:

      Imagina se vou meter a mão nesse formigueiro. Já teve gente até esfaqueada em público e acusada de encenar o esfaqueamento…

  16. Daniel says:

    Aguinaldo, estarei na Master Class e fiquei assustado ao saber que você é de Carpina… Estou vivendo um drama policial que passa por um cartório de lá. A vida imita a arte e vice versa. Parabéns pela iniciativa de dividir conhecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *