Category Archives: Sem categoria

a arte de furar a fila 1

A ARTE DE FURAR A FILA

  Dia desses estava eu na  fila da Ponte Aérea quando uma moça bem atrás de mim, coberta de Louis Vuitton dos pés à cabeça viu uma funcionária da empresa aérea passando, tratou de chamá-la e lhe falou: “eu sou uma celebridade e não posso

543e9719e4f52_-_lullaby_cole_porter_vert-o61vzp

SEXO: O QUE MAIS DESEJO?

“O chato de morrer é que eu nunca mais vou poder ouvir Cole Porter” (Paulo Francis dixit) “Preciso de um namorado”, diz minha amiga Mabel, de 74 anos. “Eu também” – eu lhe respondo aqui do alto dos meus 75. Mabel só quer do namorado

IMG-20180214-WA0009

MINHA TERRA, MINHA GENTE

Manoel Luís Goucha é o maior apresentador da televisão portuguesa. E o programa que ele comanda nas manhãs do canal português TVI é um verdadeiro campeão de audiência. Foi nele que eu falei, na reportagem que vocês podem ver abaixo, sobre a minha paixão pelo

Filmes-Cenas-Quentes-840x577

TRANSAR, TRANSAR… E TRANSAR

  Durante um jantar regado a (muito) vinho um amigo meu português de 77 anos me confidenciou: após alguma experiências desastrosas na cama resolveu desistir de uma vez por todas do sexo. “Por que?!” – eu lhe perguntei, lembrando que muitos conhecidos nossos não desistiram

globo__Fera Ferida-Claudia Ohana bc__gallefull

RECEITA PRA ACORDAR DEFUNTO

  Amiga minha, brasileira moradora em Paris, mulher de extrema beleza, entra em depressão, deita e dorme durante três dias. Mas antes deste gesto extremo, já na cama, comenta com alguém: “acho que fizeram macumba pra mim”. Ora, pergunta seu interlocutor, e por que fariam

img-493089-aguinaldo-silva-premiou-os-melhores-autores-no-i-concurso-na20130316141363454087

VAI TER CONCURSO DE ROTEIROS!

  Lembram do I Concurso Nacional de Roteiros, que patrocinei do meu próprio bolso em 2013? Já lá se vão cinco anos… Mas não esqueci da promessa que fiz aos 407 concorrentes de fazer o segundo. E, neste ano de muitas realizações, não mais sob

IMG-20171228-WA0018

COMO SER FELIZ NO “RÉVEILLON”

  Não, eu não estive no famoso “réveillon da Helô” – quer dizer, do casal Luís e Heloísa Buarque de Holanda -, aquele que, segundo Zuenir Ventura, marcou o não-final de 1968, o ano que não terminou. Na verdade, alienado que sou, só quando li

American Gods Season 1 2017

QUANDO OS DEUSES AMAM

Pois é, queridos, voltei a este nosso tradicional ponto de encontro… E voltei com um objetivo: fazer aqui um making of da sinopse de novela que estou escrevendo atualmente. Como nasce, cresce e frutifica uma história central e suas tramas paralelas; como um autor levanta dos

f107e11dc9e458dd2ce19ca0f7e32c18

NA CAMA COM BARCELONA (1)

  Leia aqui, hoje e amanhã, as duas reportagens que André Luís Cia fez para o aguinadosilvadigital sobre o cada vez mais florescente mercado do sexo em Barcelona no qual muitos imigrantes brasileiros trilham um caminho nada fácil para sobreviver na Europa. A vida de

20170725_212523

QUE DIABOS VIM FAZER AQUI?

“O que foi mesmo que você foi fazer em Nova Iorque?” É o que me pergunta um amigo curioso. E eu respondo: francamente, não sei. O que sei é que estava em Lisboa e, já que teria de atravessar o oceano, resolvi aproveitar e fazer

BQ5A6788

UMA DIVA PASSOU AQUI

  Depois de co-estrelar “Baby Jane” com Eva Wilma em mais uma sessão no Theatro Net, a diva Nathalia Timberg sai na cadeira de rodas usada por Blanche, sua personagem na peça. O motivo? É que, durante os ensaios, na cena em que Blanche gira

festa

COMENDADOR SILVA RECEBE

                                                                                     (Fotos: Paulo Petronilho)

gty_debbie_reynolds_carrie_fisher_ml_160518_16x9_992

MORRE MÃE DE CARRIE FISHER

  Um dia depois da morte de Carrie Fisher, sua filha, com quem manteve uma relação problemática ao longo da vida, Debbie Reynolds, uma das últimas realezas do cinema ainda vivas, morreu aos 84 anos. A foto abaixo é uma das últimas em que mãe

20161220_135731

PARIS AINDA É UMA FESTA?

  Saio de São Paulo rumo a Paris na segunda-feira. E ao chegar lá no dia seguinte descubro que, enquanto viajava, aqui na Europa, de novo e como diriam os portugueses, “aconteceram acontecimentos”: mais um atentado mortal, de autoria outra vez reivindicada pelo auto-proclamado estado